Loading...

Notícias

Fórum Nacional de Trigo 2019 debate os impactos dos novos limites de DON na pesquisa, no campo e na indústria

O trigo é um dos alimentos mais consumidos na dieta humana, contribuindo com cerca de 20% das calorias diárias. Por isso, há uma legislação específica que controla os níveis para a micotoxina Desoxinivalenol (DON) no trigo e em outros grãos. Atualmente, está em vigor a Resolução nº 138 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os Limites Máximos Tolerados (LMT) para a presença da micotoxina em todos os pacotes de farinha e farelo de trigo, biscoitos e massas já estão em vigor desde 2012, mas foi a partir de 1º de janeiro de 2019 que os níveis ficaram mais restritivos para esse contaminante.

Para debater as estratégias de melhor controle de DON e os impactos na pesquisa, cadeia produtiva e na indústria de pães, biscoitos e massas, a Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale realiza no dia 2 de julho, em Passo Fundo,  o painel da Giberela – doença frequente nas lavouras de trigo no Sul do Brasil em anos de primavera chuvosa que eleva os níveis da micotoxina Desoxinivalenol. O painel acontece durante o Fórum Nacional de Trigo 2019, realizado pela Comissão, paralelamente à 13ª Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale (RCBPTT), que acontece nos dias 3 e 4 de julho, no auditório da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (FEAC) da Universidade de Passo Fundo (UPF).

O objetivo da legislação, que também está presente em outros países, é a proteção à saúde humana e animal. “A Anvisa exige que grãos e produtos à base de trigo, como farinha, farelo, alimentos infantis, pães, massas e biscoitos passem por análise laboratorial e restringiu os limites máximos de micotoxinas para 3000 ppb (partes por bilhão) para trigo em grão e 750 ppb para farinha de trigo e derivados. No entanto, os impactos da norma atingem toda a cadeia, podendo gerar perdas para os produtores e para a indústria em anos de alta incidência de Giberela”, comenta. Segundo a Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), a aquisição de trigos com limites de DON, até 3.000 ppb, geram perdas entre 7 a 10%, pois o resíduo não poderá ser reaproveitado.

Segundo o fitopalogista da Biotrigo Genética, Paulo Kuhnem, que participa do painel falando a visão da pesquisa sobre a norma e a busca pela resistência genética, o manejo para a adequação destes níveis de DON é a principal ferramenta do produtor. “Por não se dispor ainda de cultivares totalmente imunes é muito importante que produtores e assistência técnica estejam monitorando o desenvolvimento da cultura e as condições climáticas para realizar aplicações de fungicidas no florescimento e reduzir os teores de micotoxinas nos grãos colhidos”, comenta.

O painel também conta com a participação da pesquisadora da Embrapa Trigo, Casiane Salete Tibola, que falará sobre o beneficiamento e redução de DON e da supervisora de qualidade industrial da Biotrigo, Kênia Meneguzzi, que comentará a visão do moinho e métodos de redução de DON na indústria moageira.

13ª Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale

Após o Fórum Nacional do Trigo, nos dias 3 e 4 de julho, a Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale promove 13ª Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale, também na Universidade de Passo Fundo. No evento, pesquisadores de todo o país se reúnem em subcomissões técnicas para discutir os resultados e analisar as pesquisas desenvolvidas nas áreas de Ecologia, Fisiologia e Práticas Culturais; Fitopatologia; Entomologia; Melhoramento, Aptidão Industrial e Sementes; Solos e Nutrição Vegetal e Transferência de Tecnologia e Socioeconomia. A partir destes estudos será elaborado o livro com as Informações Técnicas para Trigo e Triticale – Safra 2019.

As inscrições para os dois eventos estão abertas até o dia 28 de junho e podem ser realizadas através de formulário disponível no site www.reuniaodetrigo.com.br. Mais informações podem ser obtidas através do e-mail reuniaodetrigo2019@fbeventos.com ou pelos telefones (54) 3327-2002 e (43) 3025-5223. A promoção é da Biotrigo Genética, com o patrocínio das empresas Basf, Syngenta, Bayer, Coamo, Granotec, Agrária, Apasem, FMC e apoio da Embrapa Trigo.

 

Confira a programação do Fórum Nacional do Trigo 2019

2 de Julho - Terça-Feira

Local: FEAC/UPF

8h – Inscrições e recepção

9h – Solenidade de abertura

9h30 – Palestra: Trigo, valeu a pena? Uma abordagem metodologica e financeira em 24 safras - Cláudio Kapp Júnior (Fundação ABC)

10h - Intervalo

10h30 - Painel de Giberela - Paulo Kuhnem (Biotrigo Genética), Casiane Salete Tibola - Embrapa Trigo e Kênia Meneguzzi (Biotrigo Genética)

12h - Intervalo

14h – Painel Técnico: Perspectivas do Trigo: passado, presente e futuro - Ottoni Rosa Filho (Biotrigo), Sérgio Schneider, Lucas Simas (COAMO), Auleeber Santos (Lagoa Bonita Sementes) e Eduardo Elias Abrahim (Presidente da ATRIEMG)

16h – Intervalo

16h30 - Palestra: Mosaico do Trigo - Douglas Lau (Embrapa Trigo)

17h30 – Homenagens da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale para o pesquisador Dirceu Gassen (in memorian) e para a geneticista Maria Irene Baggio (Embrapa)

18h – Encerramento

 

Viabilidade econômica, qualidade e avanços da pesquisa são discutidos no Fórum Nacional do Trigo

Leia

Novas tecnologias e recomendações para próxima safra são aprovadas em Reunião de trigo

Leia

Legislação torna mais rígidos limites da micotoxina no trigo

Leia

Especialistas debatem sobre as perspectivas do trigo em diferentes regiões produtoras do país

Leia

Trigo, valeu a pena? Uma abordagem metodológica e financeira em 24 safras

Leia

Principais viroses que impactam na produção de trigo no Brasil

Leia

Pesquisadores foram homenageados durante Fórum Nacional do Trigo, em Passo Fundo (RS))

Leia

Passo Fundo sedia discussão técnica do trigo e triticale

Leia

Câmara Setorial do Trigo emite nota técnica de boas práticas para redução da micotoxina DON

Leia

Rentabilidade do trigo é tema da palestra de Fórum Nacional

Leia

Fórum Nacional de Trigo 2019 debate os impactos dos novos limites de DON na pesquisa, no campo e na indústria

Leia

Cartilha da Abitrigo orienta sobre o uso de agrotóxicos na cultura do trigo

Leia

Realização
Patrocínio Diamante
Patrocínio Ouro
Patrocínio Prata
Patrocínio Bronze
Apoio

Atendimento ao inscrito

Endereço

FB Eventos

Av. Maringá, 1219
Bairro Vitoria
CEP 86060-000
Londrina - PR

Contato

E-Mail: reuniaodetrigo2019@fbeventos.com
Fone: (43) 3025-5223

Social Media